Homossexuais na Grã-Bretanha


Os primeiros casamentos homossexuais foram hoje celebrados após a meia-noite em Inglaterra e no País de Gales, após a entrada em vigor de uma lei há muito aguardada.


Uma lei histórica a legalizar o casamento homossexual entrou em vigor sábado pouco depois das 00.00 em Inglaterra e no País de Gales, última etapa de um longo combate dos defensores dos direitos dos homossexuais. Os primeiros casamentos entre gays e lésbicas foram de imediato celebrados na esperança de serem os primeiros casais dizerem "sim", um momento classificado como "importante para o país" pelo primeiro-ministro britânico David Cameron. "Para o dizer em palavras simples, deixou de ter importância na Grã-Bretanha ser-se heterossexual ou homossexual - o Estado reconhecerá a vossa relação da mesma maneira", disse Cameron.



Esta reforma, na qual os defensores dos direitos homossexuais se empenharam vivamente, é sobretudo simbólica, já que os casais homossexuais beneficiam dos mesmos direitos parentais que os heterossexuais: podem adotar, recorrer à procriação medicamente assistida e a uma mãe de aluguer, desde que não seja remunerada. Podem também, desde 2005, unir-se no quadro de uma união civil.


Grã-Bretanha, Bélgica e Suécia têm boas condições legais para os homossexuais. Dinamarca, Alemanha e Croácia têm posição mediana no índice. Na Alemanha, por exemplo, parceiros homossexuais não têm os mesmos direitos que casais heterossexuais quando se trata das leis de adoção ou pagamento de impostos. O índice da ILGA-Europa coloca a Rússia como o país com as piores condições em toda a Europa.

MasculineCollegeGuy
octavio09
seakinglove112
jeyjey5652
SCOOT
28nokc405
larrychicago
jman116
marco.beausoleil